Mega Sena 2133 pode pagar 7 milhões.

O prêmio principal da Mega-Sena poderá pagar R$ 7 milhões a quem acertar as seis dezenas do concurso 2.133, que será sorteado nesta quarta-feira (13), às 20h, no Caminhão da Sorte, que está em Itupeva (SP). Aplicado na poupança o prêmio renderia cerca de R$ 26 mil por mês.

Nenhuma aposta acertou os seis números do concurso 2.132 realizado na sábado (9). As dezenas sorteadas  foram 05, 18, 30, 35, 39 e 60. Mesmo sem aposta contemplada com o prêmio principal, na segunda faixa, com cinco acertos, 41 apostas receberam o prêmio de R$ 41.495,70 cada. Outras 2.912 apostas acertaram quatro números e levaram R$ 834,63 cada.

A aposta mínima na Mega-Sena custa R$ 3,50 e pode ser feita até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio em qualquer uma das mais de 13 mil casas lotéricas do país. Também é possível jogar pelo computador, tablet ou smartphone.

O resultado do sorteio pode ser acompanhado na página Resultado do último concurso da Mega Sena.

Se ganhar na loteria cuidado para não perder o prazo.

Apostadores de todo o país sonham em acertar as seis dezenas da Mega-Sena ou Mega da Virada e ficar milionário, mas nem todos sabem que existem duas regras essenciais para proteger o prêmio antes mesmo de sacar: a identificação do bilhete e o prazo de prescrição.

O primeiro passo é conferir a aposta e logo em seguida fazer a identificação, preenchendo os dados que constam no verso do bilhete. Uma das recomendações que a CEF passa é que o apostador se identifique. Então isso já protege o apostador para receber o prêmio depois. Caso ocorra perda ou roubo do bilhete com a identificação, o prêmio não poderá ser sacado por terceiros.

É preciso também ficar atento aos prazos para resgate do prêmio. O apostador tem até 90 dias corridos a partir da data do sorteio para sacar o valor, tanto em agências bancárias quanto nas casas lotéricas. Hori explica que o início do prazo é contado a partir do dia seguinte da realização do sorteio. Por exemplo, no caso da Mega da Virada, em que o sorteio acontece no dia 31, o prazo começa a contar a partir do dia 1º de janeiro.

Decorrido o prazo prescricional, os valores são repassados ao Tesouro Nacional para aplicação no Fundo de Financiamento Estudantil. Em 2018, R$ 266,6 milhões deixaram de ser sacados e foram revertidos para o FIES.

Como sacar
Para prêmios de menor valor, até R$ 1.903,98, o ganhador tem a opção de sacar o valor tanto nas lotéricas quanto nas agências da CAIXA. Acima desse valor, o prêmio só pode ser retirado nas agências. Os valores são válidos para todos os canais onde é possível realizar apostas – lotéricas, Internet Banking CAIXA e Portal Loterias Online da CAIXA, sempre portando o bilhete emitido pela lotérica ou impresso dos canais digitais, além do documento de identificação.

No Loterias Online, para conferir se o bilhete foi premiado basta apenas um clique, e, no caso de premiação, é necessário imprimir o bilhete gerado pelo sistema. Ele já vem identificado quando se faz online. Já vem com o código de barras e o número do bilhete. Ao imprimir o bilhete, o apostador leva até a agência bancária e saca com os dados que estão impressos.

Para prêmios de valor até R$ 1.903,98 de apostas realizadas no Loterias Online, além do saque presencial, o ganhador ainda tem a opção de creditar diretamente para a conta do Mercado Pago.

Como funciona a Mega-Semanas

Em semanas comuns, as Loterias CAIXA promovem dois sorteios da Mega-Sena. Já nas semanas especiais, as chamadas Mega-Semanas, são feitos três sorteios. “Isso democratiza porque dá mais uma chance para as pessoas apostarem e ganharem naquela semana”, afirmou o gerente nacional de Produtos Lotéricos da CAIXA, Carlos Leite.

Até o final de 2019, a Mega-Sena realizará Mega-Semanas das Mães, em maio; das Férias, em julho; de Pais, em agosto, da Sorte, em outubro e de Natal, que fecha o calendário 2019 da Mega-Sena antes do concurso especial Mega da Virada. A Semana de Verão aconteceu em janeiro e a de Carnaval em Fevereiro.

O calendário temático das Mega-Semanas pode variar a cada ano.

A Mega-Semana foi promovida pela primeira vez em dezembro de 2010 para adequar o número do concurso da Mega da Virada.

As Mega-Semanas são exclusividade da Mega-Sena, a modalidade mais vendida e que oferece os maiores prêmios das Loterias. Em 2018, apenas a Mega-Sena arrecadou R$ 5,3 bilhões, 38% da arrecadação total. A segunda modalidade mais vendida foi a Lotofácil, com R$ 4 bilhões e 29% do total arrecadado.

Final 0 e 5
Outra peculiaridade da Mega-Sena são os concursos de final 0 e 5. Tais concursos são conhecidos por ter premiações maiores, parte do valor dos concursos anteriores acumula para estas edições. Por exemplo, você faz um concurso de final 3, então um percentual do prêmio bruto desse final 3 vai um pouco para o final 0 e para o final 5.

Dos dez maiores prêmios da história da modalidade, oito foram em concurso de final 0 ou 5.  Estão incluídos nesses recordes de premiação algumas edições da Mega da Virada, que além de também terminar em 0 ou 5, a cada concurso da Mega-Sena, leva ainda um percentual que vai acumulando até o final do ano.

Caixa libera apostas on line

A CAIXA lançou nesta sexta-feira (10) o portal de apostas dos jogos lotéricos na internet, o Loterias Online. Para apostar, é necessário ser maior de 18 anos, realizar um cadastro rápido e possuir um cartão de crédito das principais bandeiras (Elo, Mastercard, Visa, Amex e Hipercard). A nova plataforma vai funcionar 24 horas por dia e tem como objetivo principal oferecer mais comodidade ao apostador das Loterias CAIXA.

Pesquisa encomendada pela CAIXA apontou que os apostadores das casas lotéricas têm média de 50 anos. Espera-se também aumentar a procura das mulheres, que representam apenas 15,5% do público apostador das casas lotéricas, mas que são responsáveis por 50,5% do mercado consumidor do comércio eletrônico nacional.

A previsão da CAIXA é que no primeiro ano das Loterias Online o portal provoque um aumento de 3% no volume total de apostas.

O portal é simples e intuitivo e acessível em qualquer computador ou smartphone. Após fazer um cadastro com dados pessoais e concordar com o termo de adesão ao serviço, basta selecionar os números ou palpites nos volantes virtuais e inserir no carrinho de apostas.

O apostador poderá jogar em todas as modalidades, exceto Loteria Federal, que necessita da presença em uma lotérica. Também não há a comercialização de bolão, que continua de exclusividade das lotéricas. Todas as apostas são vinculadas ao CPF do cadastro, assim, não é possível jogar por outra pessoa.

O valor mínimo para efetivação de uma compra é de R$ 30 e o máximo limitado a R$ 500 por dia. O pagamento das apostas é realizado por cartão de crédito e processado pelo Mercado Pago, o que aumenta a segurança da transação.

As famosas Surpresinha e Teimosinha também aparecem no Loterias Online. A novidade fica por conta das opções “Complete o Jogo”, para escolher alguns números e deixar o sistema escolher os demais, e “Salvar como favorita”, para poder utilizar os mesmos números em acessos futuros.

O portal oferece ainda a comodidade da conferência online. Basta clicar na aposta e o sistema identifica se os números foram sorteados ou não. Em caso positivo, é possível visualizar o valor da premiação e os canais disponíveis para o recebimento do prêmio. Um código de resgate será gerado e deverá ser apresentado no local onde vai ser retirado o prêmio junto com a digitação do número do CPF. Apenas o portador do CPF ou um procurador podem sacar a premiação.

Neste link você encontra o passo a passo para fazer o jogo.

 

Caixa muda o formato dos volantes.

Os volantes de todos os jogos das Loterias CAIXA foram modernizados. Cada modalidade tem identidade visual própria e os textos estão com linguagem mais simples e fonte maior, permitindo uma melhor leitura. A Mega-Sena, Quina, Lotofácil e Dupla Sena ganharam mais um quadro para apostas.

“As mudanças nos volantes estão integradas ao processo de modernização da identidade visual da CAIXA”, explica Gilson Braga, superintendente nacional de loterias. Os volantes da Loteca, Lotogol e Timemania, cujas apostas são relacionadas com jogos de futebol, estão caracterizados com desenhos de bolas e da trama da rede do gol. Os demais jogos, em que o apostador arrisca palpites em números, como a Mega-Sena, a Lotomania, a Quina, a Lotofácil e a Dupla Sena, receberam artes com moedas, números, papeis e cifrões.

As informações do verso dos volantes ficaram com uma linguagem mais fluida e mais simples. São dados que esclarecem ao jogador sobre como apostar, quais os preços e os prêmios das apostas, as possibilidades de ganhar, a destinação social dos recursos arrecadados, o prazo para receber o prêmio, além de outras especificações conforme a modalidade de loteria.

Antigos volantes valem até acabar o estoque
A substituição dos volantes é gradativa, na medida em que os lotéricos solicitam novos estoques. Os antigos não perdem a validade e devem ser utilizados até que terminem. “A produção dos novos volantes iniciou em setembro de 2017 e a expectativa é que até a metade deste ano estejam em todas as lotéricas”, explica o superintendente da CAIXA.

A produção dos volantes lotéricos busca garantir estoque para dois meses, seguindo a média de consumo de cada uma das mais de 13 mil lotéricas pelo país. No total são produzidos 240 milhões de volantes por mês, que são repostos conforme o estoque de cada lotérica vai reduzindo.

Os volantes são produzidos em uma gráfica localizada em Juiz de Fora (MG) e entregue a uma distribuidora que fica em São Paulo (SP). Esta é a responsável por abastecer todas as casas lotéricas do país mediante solicitação do lotérico.

Mais espaço para apostar
Os jogos mais procurados, Mega-Sena, Quina, Lotofácil e Dupla Sena, ganharam mais um quadro de apostas. No volante anterior, o apostador tinha a opção de fazer duas apostas; no novo, são três. “O objetivo é facilitar a realização de mais apostas em um único volante e assim economizar no consumo do papel”, afirma Braga.

Veja os novos volantes das Loterias CAIXA

Fonte: Caixa Econômica Federal.